quarta-feira, novembro 30

Confraternização de Encerramento Sala de Educador – Escola Iara

Ontem à noite, dia 29 de novembro, foi realizado a Confraternização de Encerramento do Projeto Sala de Educador de 2011 da Escola Estadual Iara Maria Minotto Gomes. Encerramos os estudos no final de outubro, porém, estando a escola envolvida com a culminância de outros projetos escolares e outros eventos como o Semiedu, o momento de confraternização foi adiado.
Certamente o adiamento valeu a pena. Tudo foi minuciosamente organizado. Foram momentos agradáveis de descontração e entrosamento entre os pares. Participamos de dinâmicas, rodas de conversas, músicas e muitos comes e bebes.
Considerando-me parte integrante dessa equipe, só posso dizer que me sinto privilegiada por compartilhar de momentos tão agradáveis. Não só por esse, mas por todos os encontros formativos e eventos que pude participar durante o ano letivo nessa escola. Parabenizo todos pelo excelente trabalho desenvolvido, em especial a coordenadora Márcia Silvério que com muita garra, determinação e entusiasmo esteve a frente desses trabalhos.
 
 


 

sexta-feira, novembro 11

Encerramento Sala de Educador EE Oscar Soares



O Projeto Sala de Educador da Escola Oscar Soares, do período notuno,  foi encerrado em clima de descontração e confraternização, nesta quarta-feira, dia 9 de novembro. Houve troca de presentes de amigo oculto e entrega de algumas lembrancinhas. No final, foi servido um coquetel.
O Sala de Educador na escola Oscar vem se consolidando a cada ano.

domingo, outubro 30

Formação continuada de MT é destaque nacional


A política de Formação Continuada dos profissionais da Educação desenvolvida pela Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso (Seduc-MT) foi destaque nacional em pesquisa publicada pela Fundação Carlos Chagas, publicada em junho deste ano.
Com o tema “Formação Continuada de Professores: uma análise das modalidades e das práticas em Estados e municípios Brasileiros”, o estudo destaca a política formativa dos educadores mato-grossenses como a mais inovadora dentre os 19 Estados pesquisados.
Nas páginas 77 a 80, do relatório, os pesquisadores fazem uma avaliação positiva dos projetos Sala do Educador e Centros de Formação e Atualização de Professores (Cefapros) instalados em Mato Grosso a partir de 2006 e 1997, respectivamente.
Ao citar a Sala do Educador o levantamento destaca na página 77 que “dentre as Secretarias que compõe o presente estudo, essa (Seduc-MT) é a que tem a política de formação mais inovadora, de acordo com a literatura: a escola é vista como o lócus por excelência da Formação Continuada”.
“A atual política de formação do estado estruturou uma organização que busca favorecer: a) a criação de um clima de colaboração entre os professores na escola; b) a participação dos professores nos processos de planejamento, realização e avaliação dos resultados da escola; e c) a valorização dos saberes e da experiência dos professores”, continua o estudo.
Em outro trecho do estudo referente aos Cefapros a pesquisa cita na página 78 que o Estado “criou vários centros de formação de professores com o propósito de auxiliar o trabalho dos profissionais da escola, buscando garantir melhores condições para a realização da docência. Trata-se, pois, de articular a formação inicial e a continuada, favorecendo o desenvolvimento da escola e dos profissionais que nela atuam”.
Ao comentar os resultados do levantamento, a superintendente de Formação da Seduc-MT, Ema Marta Dunck Cintra afirma que o reconhecimento nacional da política de formação continuada do Estado “é motivo de ânimo para todos os profissionais da Educação”.
Para ela, “os resultados motivam a Seduc e os educadores mato-grossenses a continuar fortalecendo o trabalho dos Cefapros para que atinjam um dos seus principais objetivos: auxiliar as escolas nas práticas formativas que nelas acontecem (na sala do educador) e que essas ações possam refletir na qualidade da educação”.

VOLNEY ALBANO


Assessoria/Seduc-MT





Assessoria/Seduc-MT
































sexta-feira, outubro 21

SIGA II ETAPA – PORTO DOS GAÚCHOS

Terminou hoje a II Etapa de Formação Continuada para os professores alfabetizadores da rede estadual de educação do município de Porto dos Gaúchos. Participaram 15 profissionais, dentre eles (as), professores (as), coordenadores (as) e articuladores (as) do I Ciclo. Foram dois dias de encontro.
Num primeiro momento, refletimos sobre o perfil do (a) professor (a) alfabetizador (a) e os saberes necessários para alfabetizar com sucesso. Discutimos também o processo avaliativo e realizamos uma oficina tendo como foco os eixos e capacidades de Língua Portuguesa e medidas interventivas. No período vespertino, confeccionamos a Caixa de Contar Histórias. No segundo dia, contamos com a colaboração da professora Ana Paula, com a oficina “Matemática no Varal”, explorando os eixos e capacidades de matemática para o I Ciclo.


 

sábado, outubro 15

FELIZ DIA DO PROFESSOR!

video
Uma linda mensagem da Secretaria de Estado de Educação, Rosa Neide Sandes Almeida a todos os educadores!

terça-feira, outubro 4

Pré-Fórum Municipal de Educação “Paz nas Escolas” no polo de Juara


A etapa municipal do pré-fórum aconteceu no dia 3 de outubro, no Centro Cultural Antônio Carlos Savoíne e teve participação de representantes de todas as escolas de Ensino Fundamental e Médio do perímetro urbano, também das Escolas de Educação infantil. Todas trouxeram contribuições de suas escolas, resultantes do diagnóstico e levantamento de propostas referentes ao tema violência nas escolas.
Cada escola teve oportunidade de expor sua realidade, falar de seus anseios e apresentar suas propostas. Tivemos a presença de representantes do CRAS e CREAS as quais deram sua contribuição.



sexta-feira, setembro 23

O CEFAPRO DE JUARA sente-se honrado em fazer parte desse valioso Projeto de Formação Continuada

Política de Formação Continuada do MT é apresentada na III Reunião Ordinária do CONSED

" Concepção de formação continuada deve possibilitar a articulação do desenvolvimento pessoal com o profissional, compreendido como processos contínuos e ininterruptos”. A fala da secretária de Estado de Educação de Mato Grosso, professora Rosa Neide Sandes de Almeida, foi proferida durante a palestra sobre Formação Continuada, na III Reunião Ordinária do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), em Mato Grosso do Sul.
Mato Grosso foi convidado para abordar o tema, baseado nas experiências desenvolvidas no Estado. Segundo Rosa Neide, a formação continuada deve ser ainda, orientada pela concepção metodológica dialética permitindo responder ao dinamismo da prática educativa, as contradições do contexto e orientar para a sua transformação.
Rosa Neide destacou o Centro de Formação e Atualização de Professores (Cefapros), implantado no Estado em 15 unidades polos, bem como, o trabalho desenvolvido pelos formadores no projeto sala do Educador. O objetivo foi fortalecer as escolas como lócus de formação e proporciona ao professor espaço e tempo para a formação contínuada.
As práticas se dão ainda por meio da formação de grupos de estudos possibilitando aos professores vivenciarem momentos de reflexão. Na oportunidade apresentou alguns desafios e compromissos do Governo do Estado com a formação continuada.
Segundo pesquisa divulgada durante a III Reunião, pela professora Elba de Sá Barreto, a Fundação Carlos Chagas registrou que “o melhor projeto de formação, o mais estruturado atualmente no Brasil, é o de Mato Grosso.”
Para a reunião e apresentação dos trabalhos desenvolvidos por Mato Grosso, acompanharam a secretária na III Reunião Ordinária do Consed, em Mato Grosso do Sul, as secretaria Adjunta de Políticas Educacionais da Seduc-MT, professora Fátima Rezende, e a Superintendente de Diversidades Educacionais, professora. Débora Pedrotti Mansilla. (colaborou Débora Pedrotti)

Assessoria/Seduc-MT

Grifos nosso...



quinta-feira, setembro 22

Etapa Regional da CONAPEE no polo de Juara

O município de Juara foi polo para as discussões da etapa regional da Conferência Estadual de Educação (Conapee-MT). Durante o evento os delegados eleitos nas etapas municipais colocaram para apreciação e aprovação as contribuições realizadas pelos municípios e, as que foram aprovadas serão levadas a Etapa Estadual na capital. A conferência organizada pelo Cefapro de Juara teve o apoio das assessorias pedagógicas e secretarias municipais de educação dos municípios de Tabaporã, Porto dos Gaúchos, Novo Horizonte do Norte e Juara. A Conferência têm o objetivo de avaliar o Plano Estadual de Educação, utilizando como parâmetro as metas estratégicas do novo projeto de lei do Plano Nacional de Educação apontando as condições para a definição de políticas educacionais que promovam a inclusão social e a diversidade, numa perspectiva de educação com qualidade para todos, em todos os níveis.Para os participantes a etapa regional em Juara foi considerada “um sucesso”, atingindo os objetivos propostos, proporcionando aos participantes o exercício do direito de voz e de tomada de decisões. 






sexta-feira, setembro 16

SIGA II ETAPA – JUARA

Terminou hoje a II Etapa de Formação Continuada para os professores alfabetizadores da rede municipal e estadual de educação de Juara. Participaram 51 profissionais, dentre eles (as), professores (as), coordenadores (as) e articuladores (as) do I Ciclo. Foram três dias de encontro. Num primeiro momento estivemos trabalhando com os professores (as) recém nomeados no Estado e alguns professores da rede municipal. Como não haviam participado da primeira etapa, foram oportunizados a conhecer os princípios, indicadores e metas do SIGA – Sistema Integrado de Gestão de aprendizagem.
Com os demais, discutimos o processo avaliativo e realizamos uma oficina tendo como foco os eixos e capacidades de Língua Portuguesa e medidas interventivas. As escolas foram oportunizadas a socializar avanços e desafios frente às Reuniões de Planejamento e lançamento de dados no sistema. No terceiro dia, contamos com a colaboração da professora Sibeli Lopes, com a oficina “Matemática no Varal”, explorando os eixos e capacidades de matemática para o I Ciclo.
Tivemos também a presença de algumas professoras no período noturno, o qual foi oportunizado uma oficina, para confecção da Caixa de Contar Histórias.
 As discussões e desabafos foram de grande importância para avaliarmos os desafios frente à implantação e implementação do Programa. Possibilitando ao coletivo repensar ações e estratégias visando ultrapassar os desafios apontados.

terça-feira, setembro 13

ENCONTROS FORMATIVOS NA CIDADE DE TABAPORÃ E DISTRITO DE NOVA FRONTEIRA





Nossa equipe de professores formadores e gestoras do Cefapro de Juara realizou dois encontros formativos, na semana de 5 a 9 de setembro, no município de Tabaporã (sede) e Distrito de Nova Fronteira, que também acolheu os educadores de Americana do Norte. O evento reuniu todos os profissionais da educação das redes estadual e municipal, sendo os grupos de estudos organizados por área de conhecimento e com as equipes gestoras, apoio e técnicos, para que todos fossem agrupados, de acordo com os temas de interesse. Agradecemos a recepção e a presença de todos. Acreditamos que esses momentos de estudos e socialização de experiências podem estreitar os vínculos entre Cefapro, escolas, educadores, na busca do fortalecimento do processo educativo.

sexta-feira, setembro 9

Formação continuada em Tabaporã e Nova Fronteira

“Expectativas de Aprendizagem e Avaliação como Práxis de Formação Humana” foi o tema do encontro formativo que aconteceu no município de Tabaporã nesse início de setembro. Foram dois dias de trabalho em Tabaporã e dois dias no Distrito de Nova Fronteira. Em Tabaporã, na turma de alfabetização, participaram 33 profissionais, dentre eles professores das redes municipal e estadual de educação. Em Nova Fronteira, além dos profissionais da escola estadual e municipal do distrito, também estavam presentes professores de Americana, totalizando 19 participantes do grupo de Alfabetização. Dentre os temas trabalhados, o grupo foi oportunizado a refletir sobre Expectativas de Aprendizagem para cada Ano/Ciclo e o Processo de Avaliação, tendo como referência as Orientações Curriculares do Estado de Mato Grosso. Num segundo momento, o grupo participou de uma oficina para confecção de materiais e painéis para o “Cantinho da Matemática”. Os momentos foram de grande valia para socialização de conhecimentos e reflexão sobre a prática, tendo em vista a (re) significação do trabalho pedagógico.